26 outubro 2006

PF apreende Lamborghini por suposta importação irregular

A Polícia Federal interditou o estande da Lamborghini no Salão do Automóvel em razão de importação irregular de automóveis da marca. De acordo com a PF, que marcou uma entrevista coletiva em sua sede entre 17h e 17h30, uma saída de emergência ao lado do estande já foi aberta para a retirada de sete veículos, entre eles o Murciélago (foto), que custa aproximadamente R$ 1,6 milhão. Interpress Motor conversou com a assessoria de imprensa do Salão do Automóvel, que não soube fornecer mais detalhes. Tentou contato ainda com a Auto Europa, que trouxe os veículos, mas não foi atendida. Não é a primeira vez que a PF faz uma apreensão desse tipo. Em fevereiro deste ano, em Vitória (ES), foram encontrados três carros de luxo – entre eles um Lamborghini Gallardo, que também tinha uma unidade em exibição no salão. Eles eram trazidos ao país dentro de contêineres sob o registro de “bagagem desacompanhada”, termo usado para se referir a cargas que brasileiros que moravam no exterior declaram quando resolvem voltar. Podem ser eletrodomésticos, móveis e outros pertences. Pela lei, no entanto, não podem ser trazidos automóveis. Essa não é a primeira saia justa envolvendo automóveis de luxo no Salão de São Paulo. Visitantes afirmam que, no estande da Ferrari, na última terça-feira, quem quisesse sentar ao volante dos carros teriam de desembolsar R$ 30. A assessoria de imprensa da Via Europa, importadora oficial da marca, nega o fato.

Fonte

Nenhum comentário:

Carlos Ribas shared items

Doações